sexta-feira, 20 de maio de 2011

OS PRIMEIROS HABITANTES DO PIAUÍ

Desde 1963, São Raimundo Nonato, município situado no sul do Piauí, ganhou notoriedade nacional quando o então prefeito d cidade enviou para o Museu da Universidade de São Paulo fotografias de pinturas rupestres encontradas em estruturas rochosas na Serra da Capivara. A arqueóloga Niède Guidon interessou-se pelas imagens e veio ao Piauí em busca de pesquisas acerca do assunto. Em 1970 começaram as pesquisas, fato este que continua até hoje.
                   As escavações tiveram inicio em 1978, na Toca do Boqueirão da Pedra furada e se estenderam por dez anos permitindo a descoberta de vestígios que foram datados pela técnica do Carbono14, alcançando até 60 mil anos. Restos de pinturas foram encontrados em camadas muito antigas, sendo, portanto, as primeiras manifestações de arte pré-histórica na América.
                   Além das pinturas foram encontrados também ossos de animais, instrumentos de pedra lascada e fogões – pedras dispostas em torno de fogueiras.
                   As descobertas realizadas por Niède Guidon e sua equipe concluíram que em São Raimundo Nonato, no Piauí, viveram antepassados do homem há cerca de 60 mil anos.
                   Em 1979, a Serra da Capivara foi transformada em Parque Nacional para proteger a área que possui o mais importante patrimônio pré-histórico do Brasil. Desde 1991, esse imenso acervo está inscrito na UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade.
                                    

Nenhum comentário:

Postar um comentário